4 de julho de 2017

John Green voltou atrás sobre sua aposentadoria - e já tem livro novo!



Parece que a aposentadoria de John Green foi só um tempo que o autor tirou para relaxar de toda a pressão que sentia, como o próprio já havia informado (leia mais clicando aqui). Após 10 meses no anonimato e 6 anos sem lançar novos livros, ele está de volta e já tem data para o lançamento de seu novo livro!
Turtles All The Way Down (sem título em português, com tradução literal de Todas Tartarugas Caminhando Para Baixo) contará a história de uma jovem de 16 anos, Aza Holmes, que está em busca de um bilionário desaparecido para poder ganhar a recompensa de seu aparecimento. O livro segue bem a linha John Green: amizades duradouras, reencontros inesperados, e uma doença. Sim, dessa vez teremos como um novo elemento de sua obra o transtorno obsessivo-compulsivo - TOC. A doença é conhecida pelo autor, já que ele conviveu com TOC por muitos anos.
John Green disse ao Entertainment Weekly: "Há anos que trabalho em Turtles All The Way Down e estou animado para compartilhar essa história com os leitores, em outubro. É minha primeira tentativa de escrever diretamente sobre o tipo de distúrbio mental que afeta minha vida desde a infância, então embora seja uma história ficcional, também é algo muito pessoal". O livro será publicado simultaneamente com os Estados Unidos em 10 de outubro e também trará fanfictions (saiba mais sobre fanfics clicando aqui) de Star Wars e répteis neozelandeses. É para deixar até quem não é fã totalmente ansioso!

Estamos felizes pela volta de John Green, e vocês?

29 de junho de 2017

TATUAGENS PARA AMANTES DA LITERATURA

Você além de amantes de livros também adora tatuagens? Então a postagem de hoje é especial para você! Selecionamos fotos de tattoos inspiradas em livros.

1- HARRY POTTER

Há 20 anos o bruxinho mais amado do mundo nos encanta com suas aventuras criadas pela J. K. Rowling. Já pensou em fazer uma tatuagem como essas?



As relíquias da morte em aquarela:

Imagem de tattoo and art

Varinhas mágicas:

 Imagem de tattoo and harry potter

Novamente o símbolo das relíquias da morte:

Imagem de tattoo and harry potter


LUMOS! Um dos feitiços clássicos dos bruxinhos:

 Imagem de tattoo, harry potter, and book

 E que tal uma réplica da tatuagem/marca dos comensais da morte?

Imagem de alternative, girl, and harry potter


 Um dos mais bonitos que achei foi este desenho do Harry em aquarela:

Imagem de harry potter and inspiration



2- ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS

A clássica obra de C. S. Lewis encanta gerações até nos dias atuais. Você gostaria de ter uma Alice tatuada em sua pele?

Imagem de tattoo, alice, and pink

E que tal esta tatto com o Coelho?

Imagem de alice in wonderland, ink, and tatto


 A Alice do filme da Disney também é uma figura marcante:

Imagem de tattoo, alice, and alice in wonderland



3- O PEQUENO PRÍNCIPE


Não poderia deixar de fora um dos livros mais queridinhos do mundo: ''O Pequeno Príncipe''.

Em frânces: ''O essencial é invisível aos olhos'':

Imagem de tattoo and quote

Imagem de le petit prince, the little prince, and tatoo

Imagem de tattoo, the little prince, and quote
Imagem de tattoo, elephant, and cigarette


4- LIVROS


Que tal unir duas paixões: livros e tatuagens?


Imagem de tattoo and book
Imagem de book, tattoo, and tatto

Imagem de book and tattoo



5- OUTRAS SAGAS:

Apaixonados por sagas vão amar essas tattoos a seguir:


''A Culpa é das Estrelas'':

Imagem de brazilian, fofo, and john green


''Nárnia'':

Imagem de book and narnia


''Divergente'':

Imagem de book, divergente, and llamas
Imagem de tattoo and bird




Qual das tattoos você teria coragem de fazer?
Comente! Adoraríamos saber!
Beijos e até a próxima! ♥



9 de abril de 2017

13 MOTIVOS PARA ASSISTIR ''13 REASONS WHY''

                               13 MOTIVOS PARA VER ‘’13 REASONS WHY’’


No dia 31 de Março deste ano, estreou na Netflix a série "13 Reasons Why",  que ganhou muita visibilidade desde a sua estreia. A série conta a história de Hannah Baker, uma estudante do ensino médio que antes de cometer suicídio gravou 13 razões em fitas que a levou a cometer tal ato. Tudo começa quando o personagem chamado Clay Jensen, que após receber a caixa com todas as fitas gravadas pela Hannah, começa a busca por respostas em saber o motivo de seu nome estar na lista das pessoas responsáveis pelo suicídio da menina.
Resolvi reunir motivos para lhe convencer a assistir "13 Reasons Why".

1- INSPIRADO EM UM LIVRO




Escrito pelo autor  Jay Asher, ‘’Os 13 Porquês’’ foi publicado em 2007. A obra literária alcançou o primeiro lugar no New York Times em Julho de 2011. Leitores assíduos, já conheciam a fama do livro e após o lerem entendiam o porquê dele ser tão renomado.
A série é uma adaptação do livro, o que significa que há modificações na série. Porém, não leve isto como algo negativo pois tanto a obra literária quanto o seriado são bons e conseguem passar uma mensagem importante ao leitor/telespectador. Já postei uma resenha sobre o livro aqui.


2- PRODUZIDO POR SELENA GOMEZ


 

A atriz, cantora, modelo e embaixadora da Unicef: Selena Gomez, nos mostrou mais uma de suas facetas ao produzir "13 Reasons Why" ao lado de outros produtores e do próprio autor do livro. Foi a mãe de Selena que a apresentou ao livro e as duas então foram em busca de alguém que aceitasse o projeto para que se transformasse em uma série. A cantora já declarou que se identifica com a Hannah: "Me vejo muito na personagem Hannah. Há sete anos eu me identificava com ela, e agora mais ainda, o que é curioso, pois parece um retrocesso. Quanto mais velha eu fico, mais insegura sou, o que é estranho. Mas acho que é algo com o que muitos podem se identificar", declarou à revista The Hollywood Reporter.
Selena se mostrou mais uma vez que se dedica à tudo o que faz e também mostrou seu lado altruísta ao compartilhar esta história dramática com o jovens, pais e afins.



3- O BULLYING NAS ESCOLAS


      

A história tem o colégio Liberty como cenário principal. É na escola que os personagens se conhecem e interagem. Em "13 Reasons Why" é mostrada a realidade, não somente dos colégios americanos, como na maioria dos colégios de todo o mundo. Há a hierarquia, a dificuldade do convívio social e o bullying é um dos principais temas. A série mostra abertamente as consequências de banalizar o bullying no ambiente escolar. O erro em achar que são apenas pequenas brincadeiras entre alunos, quando na realidade é o oposto e as tais "pequenas brincadeiras" podem levar uma pessoa à cometer o suicídio.


4- ASSUNTOS ATUAIS E POLÊMICOS



Além da abordagem sobre  bullying nas escolas, há também outros assuntos como o preconceito, machismo, homofobia, alcoolismo e o uso de drogas. Como o livro foi publicado há dez anos, houve mudanças para que a série acompanhasse os dias atuais e com eles a exploração de temas bastante falados ultimamente. Diferente de outras séries em que enaltecem atitudes errôneas dos jovens, em "13 Reasons Why" cada personagem tem sua personalidade como um exemplo a não ser seguido. É inevitável não nos compararmos aos personagens ou seus atos cometidos. As cenas são como um "toque nas feridas" de muitos. Há jovens que sofrem homofobia - ou como a Courtney que não se sente segura com sua homossexualidade (apesar de ter dois pais homens). O machismo é algo bastante explorado, mas de uma maneira diferente. No ambiente escolar, a imagem de que há meninas que são intituladas como "vadias" e são tratadas sem dignidade e respeito apenas por serem mulheres ou a presença do típico personagem machista que não respeita as meninas e se intitula como o "pegador". Também há o assunto sobre alcoolismo e o uso de drogas e como tudo isto afeta, não somente o próprio indivíduo, como pessoas de fora.


5- ABORDA ASSUNTOS ATUAIS


 

Como eu havia comentado posteriormente, a série se passa nos dias atuais onde a internet e outras tecnologias estão presentes nas vidas dos jovens. No campo virtual também nos deparamos com o ciberbullying (assédio virtual ). A crítica sobre como os jovens se importam como o que os outros pensam e a aprovação alheia também é mostrada. Tyler, que é um dos personagens (da imagem acima) é o fotógrafo da escola, porém ele ultrapassa na questão ética e acaba se tornando um stalker (perseguidor). Com o alcance rápido e troca de informações, em poucos segundos os boatos correm pelos celulares dos jovens no corredor do colégio. Mas o que eles não sabiam é que poderiam afetar a vida de alguém para sempre.


6- OS DILEMAS NA ADOLESCÊNCIA


 

Por ser uma história para o público jovem, é inevitável não termos cenas em que os personagens estão aflitos com as decisões sobre o futuro. Fim do ensino médio, formatura, faculdade e relacionamentos amorosos preenchem o coração e as mentes juvenis. Uma cena muito explícita sobre isso é quando a Hannah está na loja de farmácia de seus pais, com sua mãe e ela a pergunta sobre qual curso de faculdade a filha pretende seguir. Se você é jovem (ou já foi) com toda a certeza irá se identificar com isto. Com toda a pressão da sociedade e de seus próprios grupos sociais dentro do colégio, a carga pesada do futuro é colocada sobre as costas dos personagens. Tudo isto ocorre enquanto um clima tenso sobre a possível descoberta das fitas está no ar.


7- OS PERSONAGENS


 

O sétimo motivo para que você assista ao seriado é pela escolha dos personagens. Hannah é a personagem principal e sua história é o foco da série, mas os demais personagens estão ligados à ela. Clay é um jovem tímido, que após receber a caixa se vê transformado e transtornado. Courtney é a típica menina certinha do colégio que faz o possível para não manchar sua imagem perante aos outros. Marcus é um aluno ativo em questões importantes do colégio, porém esconde segredos obscuros e seu próprio desvio de caráter. Sheri é a líder de torcida, que apesar de não estar presente na versão literária, foi colocada perfeitamente na série. Ela é o perfeito exemplo de que pequenos atos podem gerar graves consequências. Há também o Justin, que faz parte do time do colégio Liberty e, apesar de ser popular no colégio, vive uma realidade diferente em sua própria casa, onde é reprimido pelo padrasto e ignorado pela própria mãe. Entre estes personagens, há muitos outros que têm suas personagens exploradas e podem ser comparadas à casos reais.



8-  AS VINGANÇAS DE CLAY




Diferente do livro, Clay Jensen enquanto ouve cada fita se vê perdido e por vezes tenta se vingar das pessoas que afetaram a Hannah. Na série, o menino se torna hostil e problemático, completamente cego pelo desejo de vingança e por vezes se vê perdido e completamente alterado. Em "13 Reasons Why" a típica história sobre o valor da vingança também é retratado. A culpa, arrependimento e desespero de Clay sobre a morte de Hannah é mostrado em cada episódio. Jensen é a personificação do sentimento de  frustração e incapacidade.


9- O CRIME DE BRYCE




Sem dar spoilers sobre a história, o clímax da série é certamente o momento em que ouvimos a fita sobre Bryce. O típico menino rico, mimado e criado sem limites pelos pais e aplaudido pela sociedade que têm seu ego inflado pelos seus fiéis seguidores do colégio. O que Bryce fez na série é algo gravíssimo e que deve ser um tema abordado. O que ele fez é algo que, infelizmente, não foge da realidade. Quantos Bryces ainda ficarão escondidos e não arcarão com as consequências? Quantos outros Bryces estão sendo criados por famílias pelo mundo à fora? E por fim; quantos outros Bryces sairão ilesos após cometerem tal crime?
A série mostra que a vítima é sempre julgada como culpada de seus atos, quando na verdade o único culpado seria o agressor. Outro ponto chave de discussão em âmbito escolar, familiar e social.


10- A PRESENÇA DA FAMÍLIA


 

Em torno deste ar hostil você deve se perguntar: "onde estão os pais destes adolescentes?". E mais uma vez lhes digo, diferente do livro – onde os familiares não são tão retratados, – na série isto é bem diferente. Nos deparamos com os pais de Hannah tentando sobreviver ao suicídio da própria filha enquanto enfrentam problemas financeiros. Os pais de Clay começam a perceber a diferença de comportamento do filho, mas seus olhos se voltam à ele pelo fato do próprio colégio começar a alertar sobre depressão e o comportamento juvenil. Os pais de Courtney, que sempre a incentivam a ser a melhor em tudo, mas não prestam atenção na personalidade da própria filha. Há também o pai de Alex que é policial, mas vive passando a mão na cabeça do filho e acobertando seus atos. O pai de Jéssica também não percebe o que a filha esconde e como comentei antes, o seio familiar de Justin é um dos mais problemáticos, pois ele tem que enfrentar as agressões do padrasto e o alcoolismo da própria mãe.
A série aborda a importância da família na construção do caráter do jovem e o valor sentimental da atenção dos pais com seus filhos. Uma cena marcante é quando a mãe de Hannah pergunta ao marido: "Como não percebemos que nossa filha estava tão mal?". A falta de diálogo e atenção é um dos pontos abordados na série.




 11- A INDIFERENÇA DE SR. PORTER




Sr. Porter é o conselheiro estudantil do colégio Liberty. Sua função é ouvir e ajudar os alunos a enfrentar questões comportamentais e psicológicos. Porém, o que deparamos é falta de profissionalismo, apatia e falta de competência. Está claro que ele não está apto ao cargo de conselheiro. No último capítulo, a indiferença de Sr. Porter e falta de qualificação e apatia fica explícita. Mais absurdo que sua incompetência é sua total indiferença perante ao sofrimento alheio. O que ele fez na série (colocar a culpa na vítima e dizer para que ela esquecesse do ocorrido e seguisse em frente) é infelizmente o perfil de muitas pessoas na sociedade atual.
  

12- PRECISAMOS FALAR SOBRE A HANNAH BAKER




A personagem principal Hannah Baker tem sua vida devastada ao ser vítima de bullying e assédio. A cada episódio e a cada fita, temos uma peça de um quebra-cabeça, que ao decorrer da série é encaixada uma na outra. No final temos a imagem completa e nos deparamos coma cena forte, marcante e chocante do suicídio dela. No livro ela se mata por overdose de medicamentos, já na série a morte é mais chocante. Sim, é chocante, mas isto era a intenção dos produtores: mostrar a real consequência das vítimas que sofrem bullying, abuso, assédio e indiferença. Hannah se transforma a cada episódio e a depressão também é retratada na série. 
Depressão é uma doença psicológica que está entre as doenças mais encontradas na sociedade atual. É uma doença silenciosa que há indícios comportamentais que a pessoa não está bem psicologicamente, e por vezes não é reparada entre as pessoas próximas à vítima. Muitas pessoas ainda têm preconceito com esta doença e a banalizam. A série mostrou a importância de falarmos sobre a depressão, pois o último passo da doença é o suicídio. 
Li nas redes sociais que muitas pessoas acharam que a série é muito pesada e seria uma exploração da imagem de uma menina que cometeu o suicídio, porém é o oposto: é necessário falarmos sobre a Hannah Baker. Temos SIM que abordar sobre a depressão e suicídio. Isto serve como um alerta geral para a sociedade, o âmbito escolar, o seio familiar e para a própria vítima da doença. O recado principal para as vítimas de assédio, agressão, abuso, bullying e depressão é: PEÇAM AJUDA! Não se sintam envergonhados em pedir ajuda aos amigos, familiares e profissionais da saúde. Não deixem que a depressão te leve para o mesmo caminho que a Hannah Baker.



13- NÃO SEJA UM PORQUÊ




E por fim, meu último motivo para que você assista "13 Reasons Why" é o mais importante.
Ao fim da série o telespectador faz uma auto avaliação de seu próprio comportamento. Se pergunta se já fez algo para alguém que deixou rastros na outra pessoa. Se identifica com os personagens e faz uma auto reflexão. Será que estou sendo um Clay? Será que já fui
Jéssica/Courtney/Tyler/Alex na vida de alguém? Ou será que estou sendo a própria Hannah?
Assim que a série teve sua estreia, as pessoas usavam a hashtag #NãoSejaUmPorquê nas redes sociais, incentivando as pessoas a prestarem atenção em seus atos. Este é o ponto principal da série, mostrar para os jovens que seus atos – por mais pequenos que possam parecer – afetam sim a vida das outras pessoas. Um boato pelo colégio, um ato preconceituoso, um comentário indevido pode levar o fim de uma pessoa. Não ser um dos porquês é prestar atenção na maneira como você trata o seu próximo e na maneira como age em sociedade. A indiferença, o ódio e a falta de apatia pelas pessoas hoje em dia é grande. Em círculos de amigos na escola, na televisão, na rua e na própria casa há rastros de falta de amor ao próximo. A série nos faz pensar sobre nosso comportamento e enfatiza que o respeito ao próximo é a chave de tudo na vida.


Acontecimento importante: Após a estreia da série, o CVV (Centro de Valorização da Vida) fez duplicar o número de ligações e atendimentos.


Se você está passando por uma das situações que foram ditas, disque 141 para o Centro de Valorização da Vida. Não seja uma Hannah Baker. Não seja um porquê.

29 de março de 2017

Resenha: ''A Escolha'' - Nicholas Sparks

                  ‘’Até onde você iria para manter o amor de sua vida?’’


                    



                           Resultado de imagem para a escolha nicholas

     Gabby é uma estudante de medicina assídua e responsável , que mora sozinha ao lado de sua fiel companheira de quatro patas: Molly. Ao lado vive Travis, um homem solteiro, aventureiro e que também tem um cão como companheiro, chamado Mobby.
    Certo dia, Gabby descobre que sua cadela está grávida e supõe que o ‘’culpado’’ seja o cachorro de Travis. Com a intenção de tirar satisfação com o dono do cão, a ruiva acaba descobrindo que o veterinário da pequena cidade é o próprio Travis e fica espantada ao saber que seria impossível Molly estar grávida de Mobby, pois ele foi castrado.
   Após o primeiro contato desastroso, ambos decidem se conhecer melhor e começar do zero.
   Uma conexão forte entre eles surge, colocando em prova o namoro de Gabby e a vida instável de Travis.
   Ao ouvirem a voz do coração, eles se casam e têm lindos filhos. O que eles não esperavam era que algo terrível aconteceria com eles. Em um acidente de carro, Gabby entra em coma e coloca em prova o amor de Travis.
   Meses se passam e a esposa de Travis continua em estado de coma, e ele se depara na decisão de uma escolha: desligar ou não os aparelhos que a mantêm viva?
  O grande problema é que ele prometeu, no passado, que caso algo assim acontecesse, ele faria o que ela queria; que seria desligar os aparelhos, pois não queria ser um fardo para ninguém. Porém não é tão fácil decidir algo quando realmente é verdadeiro e não uma mera suposição. Seria Travis capaz de seguir o pedido de Gabby ou ouviria a voz do seu próprio coração?



                                          COMPARAÇÃO COM O FILME


Resultado de imagem para a escolha nicholas

   O livro escrito por Sparks em 2007, ganhou uma adaptação cinematográfica no ano passado (2016). O filme ‘’A Escolha’’ – como a maioria das adaptações – não segue totalmente o livro. Por exemplo, o namorado de Gabby não é o médico que trabalha no hospital onde ela faz residência.  Há outras modificações no filme, mas que não mudam a qualidade da história. Gostei do modo como inseriram o personagem do pai de Travis no filme e no cenário da cidade onde vivem. Claro, eu sempre prefiro o livro do que o filme, porém creio que sejam um complemento perfeito para o outro. Sobre a escolha dos personagens; não gostei do fato de colocarem a Gabby loira e não ruiva como estava escrito no livro. De início não gostei da escolha do ator para interpretar o Travis, mas ao decorrer do filme me familiarizei com a atuação dele. Adorei a escolha e interpretação da Stephanie – irmã de Travis no livro- achei que a atriz conseguiu captar a essência da personagem e seu jeito único. (Assista ao trailer aqui!).



                                         Resultado de imagem para a escolha nicholas
 
  ‘’A Escolha’’ é mais uma obra criada pelo Nicholas com a intenção de emocionar seus leitores e fazer com que todos reflitam sobre a vida. De uma maneira espontânea, sutil e simples ele aborda um tema polêmico: a eutanásia. Que me fez lembrar do livro ‘’Como Eu Era Antes de Você’’, porém ele é bem diferente. Gabby e Travis entraram para a lista dos meus casais literários preferidos. Recomendo esta leitura para todos os amantes do gênero ‘’romance/drama’’ e para àqueles que gostam de se emocionar com uma boa leitura.
       
                          Imagem relacionada



Editora:
Novo Conceito
Páginas: 303
Ano: 2007   

22 de fevereiro de 2017

Resenha: ''Nunca Desista de Seus Sonhos'' de Augusto Cury

‘’Os sonhos são como uma bússola, indicando os caminhos que seguiremos e as metas que queremos alcançar. São eles que nos impulsionam, nos fortalecem e nos permitem crescer.’’
                             Resultado de imagem para nunca desista de seus sonhos



   A obra escrita pelo médico, psiquiatra e psicoterapeuta; Augusto Cury, aborda, de uma maneira única, a importância de não desistir de sonhar.
   Augusto conta a história de três figuras conhecidas mundialmente, cada qual com sua peculiaridade e a persistência de alcançar um objetivo. O primeiro personagem é o ‘’vendedor de sonhos’’, o segundo colecionava derrotas e o terceiro era o pacifista que enfrentou o mundo. O leitor apenas fica ciente das abreviações dos nomes de cada personagem e ao decorrer da história é possível  identificar cada um deles. O interessante é esta descoberta a cada capítulo. Desta maneira, o leitor se sente mais próximo destas figuras famosas e conhece o caminho difícil que eles percorrem até alcançarem o sucesso.
  Cury também aborda questões sociais como o sistema carcerário atual; que impossibilita o presidiário à voltar, dignamente, ao convívio com os demais seres humanos. O autor também aborda o sistema escolar que é cheio de falhas; programam estudantes para decorarem fórmulas e frases feitas, mas não os preparam para a vida e usarem seus pontos críticos para alcançarem suas metas.
  No mundo atual somos desestimulados a irmos atrás de nossos sonhos. Lhe pergunto agora mesmo: quantas vezes você guardou para si, algum sonho em segredo, pois sabia que os outros iriam lhe desestimular ao dizer que não iria alcançá-lo?
  Este livro caiu no momento certo em minha vida. Ascendeu uma chama que estava apagada dentro de mim. Me fez rever quais são realmente minhas metas futuras e o que eu estou fazendo para alcançá-las.
 O tema principal da obra é explicar ao leitor a importância de não desistir dos seus sonhos.
  Há muito mais o que se falar sobre este livro. Palavras e elogios são poucos para dizer o quanto ele é bom.
  Vos deixo frases do livro para aguçar a vontade de lê-lo:

‘’ A juventude mundial está perdendo a capacidade de sonhar. Os jovens têm muitos desejos, mas poucos sonhos. Desejos não resistem às dificuldades da vida, sonhos são projetos de vida, sobrevivem ao caos.
  A culpa, porém, não é dos jovens. Os adultos criaram uma estufa intelectual que lhes destruiu a capacidade de sonhar. Eles estão adoecendo coletivamente: são agressivos, mas introvertidos; querem muito, mas se satisfazem pouco.’’

‘’ Os sonhos trazem saúde para a emoção, equipam o frágil para ser autor da sua história, renovam as forças do ansioso, animam os deprimidos, transformam os inseguros em seres humanos de raro valor. Os sonhos fazem os tímidos terem golpes de ousadia e os derrotados serem construtores de oportunidades.’’

‘’Uma mente saudável deveria ser uma usina de sonhos. Pois os sonhos oxigenam a inteligência e irrigam a vida de prazer e sentido.’’

‘’ Não tenha medo da dor, tenha medo de não enfrentá-la, criticá-la, usá-la.’’

‘’Creio que as conquistas dependem de 50% de inspiração, criatividade e sonhos, e 50% de disciplina, trabalho árduo e determinação. São duas pernas que devem caminhar juntas. Uma depende da outra, caso contrário nossos projetos tornam-se miragens, nossas metas não se concretizam.’’


‘’ É possível destruir o sonho de um ser humano quando ele sonha para si, mas é impossível destruir seu sonho quando ele sonha para os outros, a não ser que lhe tirem a vida.’’

‘’ Muitos jovens recuariam diante de obstáculos semelhantes. A juventude está despreparada para viver nessa estressante sociedade. Os jovens precisam desenvolver urgentemente resistência intelectual e emocional para suportar perdas, derrotas, humilhações, injustiças.
 O que diferencia os jovens que fracassem dos que têm sucesso não é a cultura acadêmica, mas a capacidade de superação das adversidades da vida.’’

‘’ O passado é uma cortina de vidro. Felizes os que observam o passado para poder caminhar no futuro.’’

‘’Os que desprezam os pequenos acontecimentos nunca farão grandes descobertas. Pequenos momentos mudam grandes rotas.’’

‘’Todos deveríamos em algum momento da existência questionar nossas vidas e analisar pelo que estamos lutando. Quem não consegue fazer este questionamento será servo do sistema, viverá para trabalhar, cumprir obrigações profissionais e apenas sobreviver. Por fim, sucumbirá no vazio.’’

‘’Viver é uma grande aventura. Quem ficar preso num casulo com medo dos acidentes da vida, além de não eliminá-los, será sempre frustrado.’’

‘’A vida sem sonhos é como um céu sem estrelas.’’

‘’Sem liberdade o ser humano se deprime,se asfixia, perde o sentido existencial. Sem liberdade, ou ele se destrói ou destrói os outros.’’

 Compartilharei mais frases deste maravilhoso livro na fanpage do blog no facebook.
Link para acessar: https://pt-br.facebook.com/escritologando/


Resultado de imagem para nunca desista de seus sonhosResultado de imagem para nunca desista de seus sonhos


Editora: 
Sextante
Ano: 2005
Páginas: 126
Autor: Augusto Cury